Seja +

Mensagens de Amor

Seu ex não te deixa em paz e está empatando sua vida?

Seu ex não te deixa em paz e está empatando sua vida?
Se você está vivendo algo parecido com o que canta Lulu Santos, na música Assim Caminha a Humanidade - “... Não imagine que te quero mal. Apenas não te quero mais...” – também pode estar vivendo um delicado conflito: você não quer mais, mas o outro ainda quer, e não está conseguindo lidar com a sua decisão.

Partindo do princípio de que você realmente não quer fazer o outro sofrer, embora também não queira mais ficar junto, o fato de ele não aceitar o fim pode se tornar um problema em sua vida! Aparentemente, poucas situações são tão incômodas quanto alguém te perseguindo e tentando te convencer de algo que já não existe mais – pelo menos não para você.

Eu disse “aparentemente” porque, no fundo, todos nós sabemos que algumas pessoas terminam interpretando essa insistência do ex como uma forma de inflar seu ego, de se sentir poderoso ou “a ultima bolacha do pacote”, como se costuma dizer popularmente! Porém, mais cedo ou mais tarde, é certo que essa dinâmica vai atrapalhar tanto a sua vida como a vida da outra pessoa. Afinal, o que se diz e o que se faz estão visivelmente incoerentes.

Em primeiro lugar, questione-se e seja muito verdadeiro em suas respostas: você realmente não se sente ganhando nada com essa persistência? Em seu coração, está absolutamente decidido e firme com a sua decisão de terminar esse relacionamento? Ter a noção clara do que você sente e quer pode dizer muito sobre o modo como o outro está reagindo.

Já ouviu aquela história de alguém que diz “não”, mas termina deixando rastros, pistas ou dúvidas de que talvez, qualquer hora dessas, pode surgir um “sim”? Muito provavelmente, são mensagens dúbias como essas que podem estar causando esse transtorno em sua vida.

Já ouvi muitas pessoas se defenderem usando argumentos do tipo: “não quero ser grosseiro”, “não tenho por que maltratá-lo” ou ainda “eu não consigo dizer com todas as letras que não gosto mais dessa pessoa, porque sei que isso vai magoá-la demais”... E por aí vai.

Bem, de fato não estou aqui para defender grosserias, maus tratos ou falta de educação. Mas convenhamos: existe uma enorme diferença entre tudo isso e uma atitude firme, sincera e, sim, com todas as letras, já que algumas pessoas só entendem o fim assim: ouvindo com todas as letras.

Além disso, não se engane: você tem o direito de não gostar mais de alguém e de não querer mais ficar com ele, assim como o outro também tem o direito de não gostar mais de você e de não querer continuar ao seu lado. Essa não será a primeira e nem a última vez que uma relação vai terminar no mundo. E somente com a verdade e a transparência você estará dando a chance do outro seguir sua vida e deixar você em paz para também seguir a sua!

O fato é que quando uma pessoa é firme no que diz e, principalmente, no que faz, sem deixar espaços para interpretações equivocadas, sem gerar falsas esperanças, dificilmente, muito dificilmente mesmo, vai sofrer algum tipo de perseguição. E se isso acontecer, especialmente se for por um tempo mais prolongado do que uma tentativa de te reconquistar, é hora de considerar que talvez esteja lidando com alguém desequilibrado.

Neste caso, é prudente conversar com pessoas próximas, defender-se de possíveis ataques violentos e até procurar uma proteção mais efetiva. E se já souber de eventos anteriores, em que essa pessoa não soube lidar com o limite do outro, então é hora de buscar ajuda, e o quanto antes.

Enfim, antes de sair por aí reclamando que seu ex não te deixa em paz, avalie o quanto você pode estar contribuindo para essa situação. E se estiver certo de que não está colaborando para isso, comece a pensar numa maneira de ter assegurado o seu direito de viver, amar e ser feliz novamente com quem você quiser!

Rosana Braga

escrito por

Dra. Rosana Braga Consultora

Consultora de Relacionamento e Comunicação, Palestrante, Jornalista e Autora do livro Faça o Amor Valer a Pena, entre outros.