Seja +
Seja +

Perguntas e respostas

Pergunta: Como conquistar um homem de 40 anos?

Comecei a conversar com um homem de 43 anos, divorciado, nos conhecemos pessoalmente e foi tudo perfeito: olhos nos olhos, sinceridade, verdades, elogios. Saímos algumas vezes e foi tudo muito bom, mas depois de um tempo ele parou de me ligar e mandar mensagens. Tentei ligar algumas vezes e não me atendeu, mandei mensagens perguntando o que aconteceu, e nada, até que consegui falar e ele praticamente me descartou, dizendo que estava saindo naquele minuto e que me ligava depois, mas não retornou. Será que ele perdeu o interesse em mim? Estou gostando dele e não sei mais o que fazer para reconquistá-lo. Gostaria de uma orientação.

Resposta: Por sua descrição, faz sentido pensar que ele perdeu o interesse. O sumiço e o telefonema parecem deixar claro que ele não está a fim de conversa. No entanto, é sempre muito importante lembrar que é uma suposição, já que temos poucos dados para afirmar isso. Na realidade, apenas ele poderia te dizer o que aconteceu, e muitas vezes relacionamentos terminam ou deixam de começar por causa de suposições erradas. Portanto, cuidado com elas!

Antes de tentar reconquistá-lo, creio ser importante que você reflita um pouco sobre o porquê de todo o interesse. Você descreve um primeiro encontro perfeito, e acredito que esse seria um bom motivo. No entanto, é preciso lembrar que, apesar de muitos primeiros encontros serem um desastre, é comum que eles sejam muito bons. Isso porque é exatamente o momento de muitos elogios, olhos nos olhos, curiosidade etc. É o momento em que ambos procuram mostrar o melhor de si. Mas é essencial que esse “melhor de si” não seja confundido com perfeição. Ao achar o outro perfeito, é natural que se faça o possível para não perdê-lo. Será que isso aconteceu com você? Afinal, por que tanto interesse por alguém que lhe pareceu indiferente após o encontro? Pense nisso antes de pensar em reconquista! E boa sorte.

Abraços,
Mariana

Respondido por

Dra. Mariana Santiago de Matos Psicóloga

Consultora de Relacionamento e Comunicação, Palestrante, Jornalista e Autora do livro Faça o Amor Valer a Pena, entre outros. Pós-graduada em Educação Sexual e graduanda em Psicologia.

Publicidade