Seja +

Perguntas e respostas de amor

Pergunta: Onde estou errando?

Boa noite, Sempre tive muita resistência em participar destes sites de relacionamento. Seria como o "pior" admitir que não tenho capacidade de conquistar ninguém pessoalmente, ou sei lá o quê... Mudei, aceitei a ideia, ao perceber que teria chances de aumentar meu ciclo de amizades e quem sabe, neste ciclo encontrar alguém interessante. Conheci um rapaz de 47 anos, conversamos mais de 1 mês, o achei muito interessante, achei que ele até estava gostando de mim... Ele desapareceu há uma semana... Nem um sinal sequer. Descobri que estou sentindo falta dele. Ao mesmo tempo, comecei a me comunicar com um homem de Portugal, 10 anos mais velho que eu... Ele me pressionou demais, queria namorar, eu não pude aceitar... Fui sincera... Ele desapareceu. Resumindo, quando conheço alguém, sou muito sincera, conto tudo da minha vida e acho que acabo afastando as pessoas de mim. O primeiro que eu gostei não quer saber de mim mais, eu acho. O segundo que gostou de mim, mais que eu dele, não aceitou minha sinceridade. Onde estou errando? Gostaria de receber algumas dicas de comportamento nesses casos... O tempo passou pra mim e não aprendi a conquistar ninguém. Obrigada se me responderem. L.

Resposta: L., em primeiro lugar, preciso te parabenizar por estar conseguindo vencer suas resistências. Que legal que você pôde ver o site não mais como um sinal de fracasso, mas como uma maneira de aumentar o ciclo de amizades e ter maiores chances de encontrar uma pessoa para se relacionar. A ideia do site é exatamente essa!

Em relação às situações pelas quais você passou, não sei se eu afirmaria com tanta certeza que o que os afastou foi a sua sinceridade. Sobre o primeiro caso, é importante você saber que esse "sumiço" masculino é um fenômeno – infelizmente – bastante frequente. Pelo fato de recebermos tantas mensagens de mulheres que se queixam disso, eu diria que não necessariamente foi algo que você fez ou disse que provocou o desaparecimento. É muito comum os homens não saberem bem o que dizer quando resolvem desistir de um relacionamento (seja por que motivo for), e acabam agindo dessa maneira, tão frustrante para as mulheres. Em relação à segunda situação, não creio que tenha sido exatamente a sinceridade o motivo do sumiço, mas a recusa em namorar. Veja bem, uma pessoa que está interessada em namorar recebe um "não". Nesse caso, ela pode ou insistir, ou desistir. O homem com quem você estava conversando decidiu desistir. É justo, não?

Não vejo nada de "errado" em ser sincera, mas me chama a atenção quando você diz ser "sincera demais". Em primeiro lugar, me preocupo em relação à sua segurança. Como você ainda está conhecendo o outro, não sabe quem ele é, por isso eu sugiro que se cuide sempre e preserve sua segurança. Em segundo lugar, fico pensando o que é ser "sincera demais". A impressão que tenho – e que só você poderá confirmar ou não – é de haver uma vontade de queimar etapas. Quando nos relacionamentos com alguém, somente aos poucos podemos conhecer bem a outra pessoa. Você parece querer pular esse "aos poucos" e chegar lá adiante, pulando esse momento inicial. Isso faz sentido quando você diz que "o tempo passou" para você. Será que, dessa maneira, dizendo tudo sobre a sua vida logo no começo, sendo "sincera demais", você quer se adiantar e recuperar um tempo "perdido"?

Pense em tudo isso. Lembre-se de que não existe tempo perdido. O tempo que passou serviu para que você se tornasse quem é hoje. Você não precisa "correr atrás do prejuízo", querendo viver algo que ficou para trás. Preocupe-se em viver o hoje. Pense no futuro, não tente voltar ao passado.

Abraços,
Mariana

Respondido por

Dra. Mariana Santiago de Matos Psicóloga

Consultora de Relacionamento e Comunicação, Palestrante, Jornalista e Autora do livro Faça o Amor Valer a Pena, entre outros. Pós-graduada em Educação Sexual e graduanda em Psicologia.

Publicidade